Isso é o que Buda diria sobre a

Isso é o que Buda diria sobre a 'Lei da Atração'

A Lei da Atração, promulgada em O segredo , tornou-se extremamente popular nos últimos anos.

Para aqueles que não sabem do que se trata, basicamente afirma que você pode atrair tudo o que quiser em sua vida - relacionamentos perfeitos, dinheiro, sucesso, etc. - simplesmente se concentrando nisso com intenção positiva e pensamento positivo.

Mas esse tipo de pensamento não é novo.

Foi a base dos impérios de autoajuda muito bem-sucedidos de Napoleon Hill, Vincent Peale e Dale Carnegie.

Mas o que seria Buda dizer sobre isso? É uma maneira eficaz de encontrar realização e felicidade na vida?

Eu encontrei uma passagem épica de Osho isso responde ao que Buda teria pensado sobre a lei da atração. Prepare-se para ser surpreendido!

Osho explica o que Buda teria pensado sobre a Lei da Atração

Nesta passagem, guru espiritual Osho explica uma história em que alguém perguntou a Buda por que ele não ensina as pessoas a orar. A resposta cristaliza o que Buda teria pensado sobre o movimento do pensamento positivo e a lei da atração:

“Uma vez que Gautama Buda foi perguntado:' Por que você não ensina seu povo a orar? ' Era uma questão óbvia - uma religião sem oração é simplesmente inconcebível para muitas pessoas. E a resposta que Buda deu é tão nova hoje quanto vinte e cinco séculos antes, tão nova e revolucionária. Ele disse: “Eu não ensino meu povo a orar porque suas orações irão prejudicá-los. No momento, eles não estão conscientes o suficiente para pedir nada, e tudo o que pedirem estará errado. Primeiro, deixe-os se tornarem suficientemente conscientes. Eu os ensino como se tornarem mais conscientes e então é com eles.

“Quando estão plenamente conscientes, se querem orar, estão livres. Eles não são meus escravos. Mas posso dizer uma coisa: quem está totalmente consciente nada tem a pedir. Ele tem tudo o que alguém pode pedir. ”

A lei da atração está negando nossa verdadeira natureza

De acordo com Osho, Buda não teria gostado da lei da atração porque ela está nos afastando da aceitação de nós mesmos. A única maneira de nos tornarmos totalmente cientes e conscientes é abraçando tudo o que somos, até mesmo nossos lados sombrios:

“As pessoas tentam orar, as pessoas tentam sorrir, as pessoas tentam parecer felizes, as pessoas tentam ser verdadeiras, honestas - quaisquer qualidades que sejam elogiadas. Mas sua inconsciência está por trás de cada ato deles, e sua inconsciência distorce sua honestidade, distorce seus sorrisos, distorce sua verdade.

Mas nenhuma moralidade no mundo ensina as pessoas a primeiro serem conscientes e só então descobrirem, por sua própria consciência, quais qualidades você gostaria de florescer em seu ser. Honestidade, sinceridade, verdade, amor, compaixão ?

Exceto por alguns rebeldes como Gautama Buda, ninguém pensou sobre o seu inconsciente, que primeiro ele precisa ser abandonado, mudado, seu ser interior deve estar cheio de luz, e então tudo o que você fizer vai dar certo. Com uma mente totalmente consciente, nada pode dar errado. Mas quem escuta? ”

Em outras palavras, é mais proveitoso tomar consciência da verdadeira realidade e de todo o nosso ser. Isso, sem dúvida, envolverá aspectos de negatividade, mas é importante se quisermos viver uma vida plena e livre.