9 coisas que as pessoas conscientes fazem de maneira diferente e como você pode começar

Sentindo estressado? Não se preocupe, você não está sozinho.

Em uma pesquisa recente, realizada no Reino Unido, surpreendentes 86% concordaram que 'as pessoas seriam muito mais felizes e saudáveis ​​se soubessem como diminuir o ritmo e viver no momento'.

Não é de se admirar que a atenção plena tenha se tornado tão popular recentemente. Mas o que é atenção plena e como você realmente a pratica?

A atenção plena é baseada em antigas técnicas de meditação zen-budista que foram popularizadas por Jon Kabat-Zinn, um pesquisador da Escola de Medicina da Universidade de Massachusetts. A ideia é focar mais no momento presente e desenvolver uma atitude de aceitação e não julgamento.

No entanto, muitas pessoas estão confusas sobre como realmente praticá-lo. A seguir, examinei as 9 qualidades essenciais da atenção plena para que você possa implementá-las em sua vida diária.

1) Concentre-se no momento presente

Sempre que você se perder em pensamentos sobre o passado ou futuro, traga sua atenção de volta para o que você está experimentando agora. Tente permanecer aberto para como as coisas acontecem, em vez de ter ideias preconcebidas sobre como você acha que as coisas deveriam acontecer.

2) Use seus sentidos

Use seus sentidos para se tornar ciente do que você está sentindo agora. O que você sente em seu corpo? O que você está vendo, ouvindo, fazendo - agora?

3) Abertura à Experiência

Em vez de evitar emoções difíceis, abrace-as com curiosidade e deixe que essas emoções surjam naturalmente. Saiba que são apenas sensações e que a cada momento elas mudam.

4) Não Julgamento

Você não precisa categorizar seus pensamentos e sentimentos como bons ou ruins, ou tentar mudá-los. Todos os seus sentimentos estão aí por uma razão, para protegê-lo ou abri-lo para o amor. Apenas observe-os, reconheça-os e continue a se concentrar no momento presente.

5) Aceite as coisas como elas são

Você não precisa mudar nada, tudo está como está. Tente ver a realidade claramente, sem rotulá-la. Estenda essa aceitação aos outros, sabendo que eles são os melhores juízes do que é certo para eles.

6) Conexão

Sinta-se conectado a todos os outros seres vivos e faça parte da natureza. Você pode refletir sobre o sentimento de gratidão pelo ciclo da vida e pela alimentação e proteção que a natureza nos dá. Reconheça que todos os outros seres desejam se sentir felizes e seguros e evitar o sofrimento e se sentir conectados pelas semelhanças de necessidades.

7) Não apego

A vida está em fluxo constante, então você não precisa se apegar a coisas, pessoas ou experiências. O apego é a base do sofrimento, de acordo com Buda. Aprenda a surfar na onda da vida e tenha confiança em sua própria capacidade de adaptação. A única lei da vida é a mudança. Quando uma porta se fecha, outra se abre.

8) Paz e Equanimidade

Quando as coisas não vão embora, tenha em mente que tudo muda e vai acabar passando. Quando você experimentar um momento feliz, abrace-o totalmente, porque não durará para sempre.

9) Compaixão

Você trata com gentileza, bondade e paciência consigo mesmo e com os outros. Em vez de julgar ou condenar, você abre seu coração para realmente ouvir suas próprias experiências e as dos outros.